SindGESTOR - Sindicato dos Gestores Governamentais de Goiás

Ir para página inicial

Comunicação

Notícias

Abasteça+, que pesquisa preços do combustível, tem participação de gestores governamentais

O consumidor goianiense poderá, a partir de agora, ter em mãos os preços praticados pelos postos de combustíveis mais próximos de sua localização atual. O governo de Goiás, por meio da Secretaria da Economia e Subsecretaria da Receita Estadual, lançou o aplicativo E-ON Goiás, que entre as ferramentas possui o Abasteça+, para auxiliar na pesquisa pelos valores ofertados, já que a variação tem sido, em média, de até R$ R$ 0,50 no litro de etanol e de gasolina. 

O Abasteça+ foi desenvolvido pelo corpo técnico de Tecnologia da Informação da Secretaria da Economia, atualmente representada pelos gestores Gustavo Vieira Tomás (superintendente de TI ), Thiago Sousa Cherubino (gerente de Desenvolvimento de Sistemas) e Wiris Serafim de Menezes (gerente de Suporte Técnico), em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi).

A ferramenta consegue saber a localização do usuário, para selecionar uma área no mapa e pesquisar o preço do combustível aplicado, para, então, disponibilizar o valor. Gustavo explica que, diferentemente do “De Olho na Bomba”, o Abasteça+ não necessita de atualização por parte dos proprietários de postos. “As informações da plataforma têm origem na emissão da nota fiscal do consumidor. Então, ao realizar o abastecimento de seu veículo e solicitar a emissão da nota fiscal, automaticamente aquele preço vai para o ranking do aplicativo, partindo do mais barato para o mais caro”, diz ele.

Gustavo explica também que a plataforma E-ON (Economia online) foi desenvolvida baseada em três eixos: painéis dashboard para acompanhamento de indicadores como fluxo de caixa, arrecadação estadual e folha de pagamento pela alta gestão (governador, secretários e subsecretários) (acesso restrito); serviços internos para servidores da pasta (receita estadual), como fiscalização inteligente seletiva e solução para bloqueios de Licenciamento/IPVA em atraso (acesso restrito); e serviços voltados ao contribuinte/cidadão (acesso público).

O aplicativo oferece serviços como consultas de preços e pesquisa, de NFe, NFCe; emissão de certidão de regularidade fiscal; e pagamento de tributos. De acordo com a Secretaria da Economia, o  Abasteça+ deve diminuir a disparidade dos preços e melhorar a oferta de serviço, uma vez que o consumidor também vai poder falar sobre sua experiência no posto em que abastecer e terá espaço para realizar denúncias.

O Abasteça+ está disponível para Android e IOS, e substitui o De Olho na Bomba, do Ministério Público de Goiás, que foi retirado do ar por determinação judicial, já que dependia das informações repassadas pelos donos dos postos. O E-ON, por sua vez, é atualizado em tempo real. Basta que o consumidor exija a nota fiscal.

Gestor Gustavo, superintendente de TI da Secretaria da Economia

Data : 17/01/2020