SindGESTOR - Sindicato dos Gestores Governamentais de Goiás

Ir para página inicial

Comunicação

Notícias

Presidente do SindGESTOR, Eduardo Aires participa da criação do Movimento em Defesa do Desenvolvimento e dos Empregos 

Presidente do Sindicato dos Gestores Governamentais de Goiás (SindGESTOR), Eduardo Aires foi um dos participantes e entusiastas da criação do Movimento em Defesa do Desenvolvimento e dos Empregos, lançado no último dia 20, pelas entidades que compõem o Fórum Empresarial Goiano, sindicatos, federações e centrais de trabalhadores da indústria, do comércio e da agricultura, além da academia e representantes do setor cultural. 

Realizado na sede da Federação dos Trabalhadores Assalariados Empregados Rurais do Estado Goiás (Fetaer-GO), em Goiânia, o evento reuniu 26 entidades — e deve receber mais adesões –  para criar um cronograma de ações, que deve contar com seminários em municípios que são polos econômicos do estado.

O Movimento foi criado pela Associação Pró-Desenvolvimento Industrial do Estado de Goiás (Adial), que, com pesquisas quantitativa e qualitativa, aferiu o sentimento dos goianos com relação à economia do estado e a visão com relação aos incentivos fiscais, bem como a preocupação da população com a estagnação econômica e o aumento do desemprego nos municípios. O resultado foi apresentado ao governador Ronaldo Caiado, às centrais e sindicatos de trabalhadores e às entidades patronais. 

Segundo a Adial, o objetivo “é fazer um diagnóstico profundo dos desafios para o desenvolvimento econômico sustentado, atração e realização de investimentos privados e geração de novos empregos em Goiás, além de propor políticas de médio e longo prazos para o garantir a competitividade econômica do estado”. Serão colhidas as sugestões para que sejam formatadas as propostas do Movimento.

Nos seminários que serão realizados no interior do estado, com finalização na Capital, serão discutidos temas como inovação e tecnologia, meio ambiente, desburocratização, infraestrutura, crédito, incentivos fiscais, mercado de trabalho e qualificação profissional.  Após isso, propostas serão elaboradas, com as contribuições recebidas. 

“O movimento é importante para que possamos avançar com propostas para ajudar Goiás nesse momento de dificuldades econômicas. Surgiu com a ideia de fazermos, junto com os trabalhadores, reuniões para que a gente pudesse ter melhores propostas, ideias, levar ao governo essas ideias e, aí sim, formatar algo que pudesse ajudar no plano de desenvolvimento”, disse o presidente da Adial, Otávio Lage Filho.

Durante o lançamento do movimento ficou acertada a realização de seminários em Rio Verde (30/9), Anápolis (7/10), Catalão (14/10), Itumbiara (21/10), Goianésia (24/10) e Goiânia (04/11). 

Os seminários terão a participação das entidades que integram o Movimento: Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg); Associação Pró-Desenvolvimento Industrial de Goiás (Adial); Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio); Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg); Federação das Associações Comerciais, Industriais e Agropecuárias do Estado de Goiás (Facieg); Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Goiás (Acieg); Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Goiás (OCB-GO); Federação dos Trabalhadores Rurais Empregados Assalariados de Goiás (Fetaer-GO); Federação dos Trabalhadores das Indústrias nos Estados de Goiás, Tocantins e DF (Ftieg); Federação dos Trabalhadores da Indústria da Alimentação de Goiás (Ftiag); Confederação dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB); Força Sindical Goiás; Sindicato dos Policiais Federais em Goiás (Sinpef-GO); Federação das Entidades Sindicais dos Servidores Públicos Municipais do Estado de Goiás (FESSPUMG); Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Minérios e Derivados de Petróleo do Estado de Goiás (Sindipetros); Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) ; Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB); Fórum dos Trabalhadores de Goiás; Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Goiás (FCDL); Federação dos Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias em Geral de Goiás, Bahia e Tocantins (Fetramag); Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Goiás (FCDL); Confederação Nacional dos Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias em Geral e Logística (Conamm); Universidade Federal de Goiás (UFG); Instituto Federal de Goiás (IFG); Companhia de Dança Quasar.

 

Data : 25/09/2019